Todos os poemas são da minha autoria a sua utilização só poderá ser feita com a minha autorização.

quarta-feira, 22 de fevereiro de 2017

«Ainda acontece»

Guardei num caixote,
Os meus pensamentos,
Serviram de mote,
A outros alentos,
Sempre que preciso,
Vou lá buscar,
Um assunto conciso,
Que me faça encontrar,
Aquilo que quero,
Ou me apetece,
Num tom sincero,
Que ainda acontece,
Assim vou andando,
Sem ter que pedir,
Vou encontrando,
Um outro sorrir.

4 comentários:

  1. O caixote das memorias....
    Servem de inspiracao aos poetas.
    E para quem nao sabe fazer poesia ?
    Que fazer com tantas?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Cada um com os seus preciosos talentos, volte sempre.

      Eliminar
  2. Poeta, deixe que as pessoas destilem os seus ódios, porque infelizmente são pessoas vazias de alma.
    Um poema que me diz muito. Eu também guardo as minhas memórias em compartimentos e quando preciso sei exactamente onde está cada pensamento que quero.
    Um forte abraço Poeta.
    Alexandra

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ainda bem que gostou dele Alexandra, volte sempre.

      Eliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...