Todos os poemas são da minha autoria a sua utilização só poderá ser feita com a minha autorização.

quarta-feira, 30 de novembro de 2016

«Este abrigo»

Tens na minha alma,
Este abrigo seguro,
Que te acalma,
Quando o dia foi duro,
No meu carinho,
Sossegas por vezes,
Desse caminho,
Que tu sempre fazes,
A tua inquietude,
Passa num instante,
Na plenitude,
De um gesto abundante,
Estou lá presente,
Sempre atento,
Torno diferente,
Cada momento.






8 comentários:

  1. Gostei imenso do poema, é maravilhoso :) Vi o seu poema no, e para, o blog da Melhor Amiga Procura-se e também gostei do que lhe escreveu por isso decidi visitá-lo, e ainda bem que o fiz, o blog e os seus poemas são de uma pessoa perder horas a lê-los, parabéns! :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Fico muito contente que tenha gostado, volte sempre.

      Eliminar
  2. Perdi-me por aqui. Gostei muito deste poema.
    Obrigado Poeta.

    ResponderEliminar
  3. Quem não gostaria de ter na sua vida um porto de abrigo como esse, Poeta?
    Mas poesia é apenas e somente poesia, ilusão, refúgio das almas carentes.
    Muito inspirador este seu poema, amigo Poeta.

    Um abraço, da Maria. :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Acho que gostaríamos muito de o ter Maria, volte sempre.

      Eliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...