Todos os poemas são da minha autoria a sua utilização só poderá ser feita com a minha autorização.

quinta-feira, 17 de novembro de 2016

«Uma ponte»

Deixei este muro cair devagar,
Construí uma ponte no seu lugar,
Com os tijolos do pensamento,
Colados à pressa com qualquer cimento,
Daquele que pensa, que apura os sentidos,
Que fixa o que quer e acha os perdidos,
Não tem comprimento,
Mas sobra-lhe alento,
Que a distância,
Aumenta esta ânsia,
De a atravessar,
Sem ter de ficar,
À espera dos outros,
Que ainda são poucos,
Mas vão aumentar,
Basta acreditar.



6 comentários:

  1. Que seria de nos se não acreditássemos sempre que as coisas podem mudar? :)

    ResponderEliminar
  2. É mais difícil construir pontes que muros...

    :)

    ResponderEliminar
  3. O importante é ter uma ponte sempre suspensa! =)
    Beijinhos

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...